mercado-em-alta
3 dicas para não deixar o seu negócio não estagnar
Autor: Felipe Gentil

3 dicas para não deixar o seu negócio não estagnar

Não tem jeito. O ambiente do empreendedorismo sempre vai ser competitivo e tende a crescer ainda mais. Agora que as pessoas descobriram que dá para fazer a vida abrindo o próprio negócio de uma forma facilitada, isso foi um facilitador para não deixar uma ideia estagnar.

Mas e quando um negócio começar a estagnar? Como é que fica? Tem jeito? Tem sim, mas para não deixar a peteca cair, você vai precisar sair um pouco da zona de conforto. 

Se você está vivendo um momento onde você não sabe mais direito para onde ir, não tem problema. Vou te dar uma mão para te explicar o que fazer nesses casos. 

Esteja onde o seu cliente está. Seja acessível.

O seu empreendimento está em um local onde o seu público consegue acessar? Você acha que a sua marca está visível para novos clientes? Aqui não falo apenas de um estabelecimento físico. Falo também do seu posicionamento nas redes, caso o seu negócio esteja no virtual.

O marketing, a divulgação são as almas do negócio. Se você tem um negócio, é lógico que as pessoas precisam saber dele. Não dá para contar apenas com a boca a boca. Você precisa ser visto. 

Mas se o seu caso for: estou bem posicionado na internet ou no meu estabelecimento físico, mas meus clientes não aumentam, é hora de mudar de estratégia. 

Você pode fazer presente em eventos, promover os próprios eventos e grupos. Além disso: pode se comunicar com seus clientes pela própria internet a partir de vídeos e webinars. Qualquer um desses exemplos vale para ser notado pelos seus futuros clientes.

Motive o ambiente interno da empresa.

Foco apenas no crescimento a qualquer custo gera sobrecarga. Quem trabalha com gente satisfeita têm resultados acima do esperado. Você não vai querer apenas uma pessoa que trabalha por trabalhar.

O funcionário ideal é aquele que acredita naquilo que está trabalhando. Pois é ele quem vai fazer o marketing da sua empresa. Isso sem você precisar dizer que ele faça. Uma marca cresce quando o que você vende atende uma expectativa. Mas uma marca se supera quando um funcionário veste a camisa como se fosse o dono da própria empresa. 

E isso se reflete em resultados. Se você não investe em benefícios, plano de carreira para a sua equipe, se você não foca em um tratamento de consideração e respeito, isso vai se refletir no seu resultado. 

Feche a porta da zona de conforto

Investir no próprio negócio é um grande desafio para um empreendedor. Como muita gente sabe, um investimento pode dar um retorno astronômico ou não. E a ideia da perda desse investimento pode afugentar essa tomada de decisão.

Mas ela é necessária. A ideia do fracasso deve ser extinguida na mente de quem empreende. Porque o fracasso não é sinônimo de que o seu negócio está morto. Na verdade é sinônimo de que agora você aprendeu. E se não aprendeu, você cai de novo para ver se agora foi.

O investimento é necessário. Mesmo para quem já é grande. Parar de investir e contar com a sorte é o mesmo que acreditar em papai noel. Não vai funcionar. O empresário que cuida do seu negócio e aposta sempre em novas portas e melhorias aprende mais o que o mercado pede e não tem tempo para estagnar. 

Falando nisso e se isso te ajudar, a Proseek está com novidade! Eu montei quatro aulas gratuitas junto com os mentores mais importantes que eu tive para construir a Proseek. Sem enrolação e sem desculpa para você não se inscrever!

Se inscreva aqui. 

Fontes:

Inscreva-se na Newsletter do blog Mercado em Alta e receba as atualizações direto no seu e-mail.

As pessoas também estão lendo...
Bitnami